Festa junina escolar: coisa boa e coisa chata

Todo mundo gosta de festa junina. Quando uma escola não organiza uma festa junina, a comunidade escolar chia que é uma desgraça. Mas vou dizer um negócio, professores e funcionários de escola costumam virar o zóio quando se vêem obrigados a organizar e trabalhar em uma festa junina.

A grande questão que eu acho um problemão: o trabalho mais pesado da organização da festa sempre cai no colo de professores de Artes e de Educação Física. Olha só, uma visão conteudista de um festa super bacana que a torna enfadonha para quem precisa organizá-la e mesmo para os alunos, já que quem costuma ser pescado para a atividade são os considerados como os melhores de suas turmas.zoio

Então vamos para o plano-ideal-utópico-sem-noção da professora invertida aqui:

-Em primeiro lugar, qualquer festa em que a comunidade é convidada a adentrar na escola, precisa ser vista com um olhar de interação e não com o de publicidade. Sim, escolas públicas e privadas percebem a festa escolar – não apenas junina – como oportunidade de fazer propaganda das instalações da escola e de exposição dos alunos. Um festa que envolve comunidade escolar não deveria ser isso, deveria ser uma momento de interação da comunidade com uma atividade profundamente pedagógica, riquíssima, de aprendizado e socialização.

festa junina fleming
Alunos preparados para a festa junina de uma EMEF na zona leste de São Paulo

-Em segundo lugar, a organização não deveria ser responsabilidade apenas de professores de artes e educação física, poxa! Acredito que seja uma imensa oportunidade de danças, barracas e atividades serem pensadas em conjunto com a comunidade. Não só com alguns responsáveis de alunos mais atuantes, mas com o bairro onde a escola está inserida. Isso quer dizer que a viúva velhinha, vizinha da escola, o padeiro da esquina, o chaveiro perto da praça, a equipe de limpeza… TODO MUNDO! deveria pensar, dar pitaco, ajudar, montar a estrutura da festa. Isso não é algo rápido, fácil, indolor... mas pode ser extremamente revolucionário dentro do cotidiano escolar.

-Em terceiro lugar, por que raios as festas escolares são inteiramente feitas dentro dos muros da escola? Por que algumas atividades de dança ou apresentações teatrais não podem ser pensadas para outros espaços públicos, preferencialmente praças? Esse medinho do uso do espaço público é muito complexo dado a cultura de medo da violência, cruz credo, meu filho é só uma criança. Enfim….

-Em quarto lugar, nós de São Paulo precisamos visitar as tradições de festas juninas de outras regiões do país. Olha só, no norte e no nordeste temos uma riqueza imensa na tradição desta festa, herdada das festas juninas de Pofesta junina maranhãortugal e ressignificadas na nossa cultura. Meu Deus, a gente tem a festa do boi por aqui, por que muitos profissionais escolhe não trabalhar disso? Estamos nessa “ilha São Paulo”, que cada vez mais se fecha em condomínios de pensamento e colonização de tradições… nossos alunos precisam conhecer mais coisas além Hallowen (eu adoro Hallowen, mas convenhamos… está pobre o negócio).

Olha, é triste ver o tamanho potencial da festa junina como atividade integradora e com um potencial didático imenso ser resumida a quadrilhas (que também adoro, enfim, vocês entenderam). A gente precisa colocar mais potência nisso, mais signos, mais vivência. Precisamos – eu, inclusive – sair da pasmaceira e da obrigatoriedade. Se é para ser assim, melhor não fazer a festa, de boa.

MAS. MAS. MAS. Também irei mostrar um exemplo positivo! Ora!

No próximo post! 😉 #hohoho

 

Professora Invertida

 

 

 

 

 

Um comentário em “Festa junina escolar: coisa boa e coisa chata

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s